Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Ministério Público Federal (SP)

Para que crackers se temos o Governo?

Carlos Cardoso como sempre prestando um grande serviço à sociedade, primeiro ele descobriu o mensalinho em formato de banner, o famoso banner do Senado no site Paraiba, pelo qual o Senado pagava a bagatela mensal de R$ 48 mil. Assim que o fato ganhou relevância e como sempre demorou um pouco a chegar à midia, o “Ministerio da Verdade”(1) entrou em ação e ocultou a verdade, mudando os dados do contrato para R$ 48 mil por ano.

Agora ele descobriu que se o Governo for combater os cibercrimes com eficiência irá prender à si próprio, por exemplo pode-se encontrar facilmente o CPF do Boni, o José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, no site da Anatel. O CPF não é um dado sigiloso, mas se aparecer alguem vendendo uma lista com nomes, CPFs e Identidades de personalidades abastadas de nossa sociedade, a midia com certeza ira anuncia histericamente que hackers, é eles chamam crackers de hackers, invadiram os bancos de dados e obtiveram as informações sigilosas, e mais uma vez a Internet é demonizada.

Tal prática não é novidade, o Estado como um todo vem comentendo este crime contra a privacidade, por exemplo você pode saber os dados dos principais executivos da UOL, AOL, Click21, Terra e IG no site do Ministério Público de São Paulo, e pode procurar por ai que você vai achar um monte de dados, junte tudo, você um cidadão de bem, terá montado um banco de dados.

Ao que parece o proprio Estado demonstra o tempo todo que nada entende de internet, tanto que ele próprio comete estes deslizes, e ai pergunto: Como pode o Estado querer legislar sobre o que não conheçe? Com base no seu entendimento ignorante do que é Internet, através de uma percepção midiaticamente distorcida?

1 – Ministério da verdade, na distopia 1984 de George Orwell existia o Ministério da Verdade que cuidava de mudar o passado e o presente de todas as informações que os cidadãos poderiam ter acesso. Com isto negava e criava fatos, e até mesmo conseguiam fazer com que pessoas nunca tivessem existido.

Anúncios

Ministério Público Federal de São Paulo não descansa

Publicado em

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão em São Paulo (a palavra “Direitos” não inclui direito de privacidade nem o direito de se expressar livremente) processa a Rede TV! devido ao fato do programa A Tarde é Sua ter entrevistado Lindemberg Alves e Eloá Pimentel. Desnecessário dizer que no processo há toda uma ladainha de “valores familiares” e coisas do gênero. Apesar do “dano” causado aos envolvidos na ação, eles não receberão uma patavina sequer, já que o dinheiro da indenização irá para o tal “Fundo de Defesa de Direitos Difusos”.

P.S.: Cara procuradora Fernandes, a OAB de São Paulo não aconselha o uso de “doutor” para quem não tem doutorado. Então, já está na hora de mudar o “Excelentíssimo Senhor ‘Doutor’ Juiz Federal…”