Assinatura RSS

E vamos queimar livros! Parte 5

Publicado em

Por que não fazer um debate entre um membro da Igreja Católica, um seguidor do espiritismo e um adorador de Iemanjá? Deixamos que eles exponham seus dogmas e estruturas ideológicas e, então, deixar as pessoas tomarem suas próprias decisões no que tange suas fés, escolhendo alguma destas religiões, ou não. Deixamos eles exporem as falhas de raciocínio de cada um, eles mostrarem as idiossincrasias alheias.

O que nós não podemos deixar acontecer é a proibição de debate. Imagina se esta moda da ofensa e contra-ataque judicial se espalhar, como será difícil uma discussão acadêmica. Se alguém fizer algum comentário positivo sobre a colonização portuguesa no Brasil, algum índio poderia se sentir ofendido e impedir a discussão do tema. E por aí iria. Fatos se refutam com fatos e não com emoções, ou ainda, com comoções. Agora, já que o Sim, sim! Não, não! Reflexões de cura e libertação está provocando tanta polêmica, porque ainda não apareceu uma refutação estruturada ponto-a-ponto do livro?

O que eu acredito, e deixei bem claro nos posts anteriores (Partes 1, 2 e 3) é que inverdades, quando as existirem, devem ser desmascaradas por meios que podem ser comprovados e quanto as opiniões, todas as pessoas têm direito a ter uma, por mais controversa e ultrajante esta possa ser para outro, uma vez que o simples fato de se ter uma opinião não interfere em nenhuma liberdade desta pessoa ultrajada. O que é inaceitável é a utilização do poder estatal para impedir alguém de se expressar, seja por meio de leis ou por meio de ordens judiciais. Até por que censura é censura, independente de quem, ou o que, a ordenou, e a censura sempre é muito mais ultrajante e ofensiva do que qualquer opinião que o ser humano tenha expressado.

P.S.: Vinhas citou o episódio do pastor von Helde chutando uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Antes de mais nada, o fato de eu ser católico não me impede de defender o direito que von Helde tem de chutar qualquer imagem de santos; e claro a minha fé no catolicismo não foi alterada devido ao destempero de Sérgio von Helde. Agora, se chutar uma imagem é o máximo que ele consegue em discussão de teologia, eu só posso sentir pena do pastor von Helde.

Anúncios

»

  1. Mas algumas opiniões ferem a lei. No podcast do Mainardi dessa semana ele fala desse tema, inclusive. Se a religião A acredita na reencarnação e a B é não acredita, ambas tem direito de se expressar. Mas se uma delas incitar o ódio a outra, imputanto a esta ser demoniaca, por exemplo, já entra em outra esfera. Não li esse livro aí, e não se, nesse caso especifico, é certo ou não censura-lo, mas, se houver algum tipo de discriminação, é certo, sim.

    É uma linha tenue as vezes, claro. Por exemplo: existe a liberdade de crença, mas se essa crença tem como ritual infanticidio, fere a lei.

    Responder
  2. Concordo com o Gabriel, no fato que algumas idéias ferem a lei atual, expressá-las também. No entanto, discordo da existência desta lei: ainda é um reflexo da época da censura – que precisamos controlar o que as pessoas pensam, o que elas pregam ou publicam.

    Se uma crença prega o infanticídio, não vejo nada de errado nisso. Caso algum dos seus membros venha a cometer infanticídio, daí sim se torna um crime – e que se prenda e processe esta pessoa. O mesmo com o exemplo de um comentário do post anterior: se quisessem publicar Mein Kampf novamente, por que não? Errado não é publicar idéias, mas sim agir sobre elas. E fica claro que essa lei é exatamente parte de uma política do pensamento – está controlado o que você pode pensar ou não.

    A presunção do estado e dos legisladores, sobre como o povo é ignorante e não sabe escolher por si só o que é correto ou não, resulta exatamente no oposto do que queriam. Pessoas despreparadas, sem senso crítico, que assumem que podem confiar em tudo que é publicado.

    Abs

    Responder
  3. somos todos seguidore de jesus não importando de que denominação somos…sabemos que só ele pode tudo mas sabemos também tanto na igreja catolica como no ispiritismo que temos nossos intercessores então não tem o porque dessa briga entre religiosos já que a igreja catoloca e o candomblé ou umbanda pricipalmente na bahia sempre andaran juntos…um abraco e muita fé em deus…é o que precisamos…

    Responder
  4. CARTA ABERTA AO Sr. Promotorzinho Almiro Sena, da “Justiça”(ENTRE ASPAS) da Bahia
    #http://vaticanoonline.blogspot.com/

    Sr. promotorzinho Almiro Sena, da “Justiça”(ENTRE ASPAS) da Bahia. O Sr. mesmo, que mandou recolher o livro do Monsenhor Jonas

    Abib, da Comunidade Canção Nova, VEM TIRAR MEU BLOGDO AR, SE VOCÊ FOR HOMEM!

    Textos do Monsenhor Jonas Abib, que será divulgado todos os dias!(Viu? promotorzinho?!).Eis os Textos:

    “O demônio, dizem muitos, “não é nada criativo”. (…) Ele, que no passado se escondia por trás dos ídolos, hoje se esconde nos

    rituais e nas práticas do espiritismo, da umbanda, do candomblé”, diz Monsenhor Jonas na obra.

    Em Levítico, capítulo 19, versículo 31, diz: “Não vos dirijais aos espíritas nem aos adivinhos: não os consulteis, para que não

    sejais contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus.” E ainda; Levítico capítulo 20, versículo 6, diz: “Se alguém se dirigir

    aos espíritas ou aos adivinhos para fornicar com eles, voltarei meu rosto contra esse homem e o cortarei do meio de seu povo.”

    A Constituição Federal:
    Direitos Fundamentais dos Católicos e de qualquer Cristão, relacionados ao caso em questão:

    “Desde a proclamação da República nosso país é Laico ou Leigo, pois não temos uma religião oficial, entretanto existe:
    #Liberdade de manifestação de pensamento (art. 5°, IV)
    #Direito de Resposta (art. 5°, V)
    #Liberdade de consciência, crença e culto (art. 5°, VI)
    #São invioláveis a imagem das pessoas (art. 5°, X)
    #Isonomia (Art. 5°, Caput)
    #Liberdade de atividade intelectual, artística, científica ou de comunicação e indenização em caso de dano (art. 5°, IX)

    Esta Postagem será divulgada em 10 Sites/Blogs baianos todos os dias, indefinidamente, até que o Livro seja reposto nas livrarias.

    Católicos, deixem de covardia, façam também alguma coisa. Meu Blog é aberto e pode escrever nele, na parte dos comentários, quem

    quiser, ou ainda podem me enviar emails…

    Lembrem-se: 10 Sites/Blogs baianos todos os dias!

    FA

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: